Definindo o ATPV – Arc Thermal Perfomance Value dos EPI

A nova NR10 estabelece em seu item 10.2.9.2 que os EPI devem contemplar a inflamabilidade ou seja, os EPI devem ter um mínimo de capacidade de diante da ocorrência de arcos elétricos e outras formas de calor. A essa capacidade, dá-se o nome de ATPV, ou Valor de Performance para Arcos Térmicos.

Para segurança dos trabalhadores, é recomendado que todos os quadros elétricos e locais de serviços elétricos, possuam uma placa de sinalização indicando qual o nível de Energia Incidente presente no local e qual o ATPV do EPI que deve ser utilizado no local.

A norma NFPA70E, em seu Artigo 110.16, estabelece a obrigatoriedade de painéis em geral que requeiram avaliação, ajuste, intervenção ou manutenção enquanto energizada serem sinalizadas com advertência sobre os riscos de arco elétrico ao pessoal qualificado

Como determinar o ATPV de cada local / painel?

O ATPV do EPI deve ser determinado a partir do potencial de energia que pode ser gerado num determinado circuito elétrico quando da ocorrência de um arco voltáico. O potencial de energia é estimado em função de diversos parâmetros elétricos e físicos das instalações elétricas, em cal/cm2, e o denominamos de Energia Incidente.

Há diversos modelos matemáticos e programas computacionais para esse fim, devendo o melhor método ser aplicado em função das características de cada instalação. O cálculo deve ser efetuado por Engº Eletricista que deve emitir um laudo para evitar futuras demandas trabalhistas.

A EnergyCenter pode auxiliar o cliente através da prestação de serviço de levantamento de dados, cálculo estimativo da Energia Incidente / ATPV e emissão de Relatório Técnico.

Entre em contato conosco para solicitar orçamento: